Páginas

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Olha eu de volta. Agora é pra valer

Tô voltando pra ficar. Tem tanta coisa pra comentar....ou fofocar.  Sei lá...

Sacanagem, o garotinho João Emanuel, que trocou casa por voto, dizem que andou envolvido com traficantes....  Ele nega,,, mas sabe como é, o povo comenta.....

segunda-feira, 22 de julho de 2013

DIGA ME COM QUEM ANDAS QUE EU LHE DIREI QUEM ÉS.


  É preciso ser exemplo para dar exemlo......

     Pois é, tem muita gente escrevendo por ai, qquerendo mostrar exemplos, mas naverdade não são exemplos de nada, muito pelo contrário, estao a mesma linha dos tidos como errados. Pior, tem gente e saites andando na cocntramão da contramão... Pensa bem antes de dar exemplo, caros colegas e arrabaldes...

 

Muitos amigos de Riva deixaram de ser amigos depois que o deputado foi afastado da presidencia da AL

É isso mesmo... Eu, pelo menos tenho observado em alguns aites e, em ceertos colunistas, até eentao amigos doRiva e, hoje andam bem distantes do deputado... O que o dinheiro não faz... É facil observar o que eu comento...

 

 Luciane Bezerra..mamãe já dizia “DIGA ME COM QUEM ANDAS QUE EU LHE DIREI QUEM ÉS..

 
 
Essa tal Luciane quer dar uma de durona, mas na verdade não passa de malemolente. De há muito eu venho observando o seu comportamento politico ou politiqueiro e cheguei a conclusão que; é gente da mesma laia do marido...

 

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Ibope: Lula supera Dilma em votos


 
Intenção de voto na presidente caiu de 58% para 30% em quatro meses; ex-presidente seria o candidato do PT mais competitivo
Pesquisa nacional Ibope feita em parceria com o Estado mostra que Lula seria até 37% mais forte do que Dilma Rousseff como candidato do PT à Presidência. Lula teria 11 pontos a mais do que Dilma em um dos cenários pesquisados, com quatro candidatos, entre quinta-feira e domingo passados. Dilma tem 30% das intenções de voto estimuladas, contra 22% de Marina Silva (sem partido), 13% de Aécio Neves (PSDB) e 5% de Eduardo Campos (PSB). Lula teria 41% e os mesmos adversários, respectivamente, 18%, 12% e 3%. A vantagem petista em relação a Marina Silva seria de 8 pontos com Dilma como candidata, e de 23 pontos com Lula. Num segundo turno haveria empate técnico entre Dilma (35%) e Marina (34%). A margem de erro é de dois pontos.

 

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Vereadores contra reeleição de diretores


A maioria dos vereadores de Cuiabá foi contra a reeleição de diretores de escolas municipais, mesmo que o diretor tenha feito uma boa administração em prol da educação. Já que essa maioria é contra a reeleição bom seria também que eles fossem contra a reeleição de vereadores, muitos reeleitos por compra de vota e sem nem uma competëncia legislativa...e está cheio desse tipo...na Câmara de Cuiabá.

Que tal alguns vereadores visitarem as escolas que estão mal instaladas e sem condições de funcionar...

 

Eles estão de férias. Muito cansados


De vereadores a senadores,
todos estão de férias.
É bom que se diga que os vereadores de Cuiabá trabalham muito...e, até mandaram fazer um boletim, com papel de primeira, em gráfica desconhecida, para dizer o   que fizeram no primeiro semestres. O boletim ficou bonitinho, mas foi contratado ilegalmente.. De onde saiu o dinheiro? Ou.....

Sepultura fora do lugar....


 
Não só no Rio de Janeiro, mas em muitas cidades do Brasil, inclusive, em Cuiabá,
estão abrindo sepulturas em locais proibidos, ou não aprovados.
As irregularidades estão sendo comprovadas,
diariamente,
nos principais cemitérios centrais de Cuiabá.
É só dar  uma olhadela....

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Por que as mulheres vivem mais do que os homens?


Um estudo japonês sugere que as mulheres vivem mais do que homens porque o sistema imunológico feminino passa por modificações mais lentamente
com a idade. De acordo com a pesquisa da Universidade
Médica e Odontológica de Tóquio, ainda que o sistema
imunológico de todas as pessoas fique mais debilitado com a idade, no caso dos
homens esse processo é mais rápido, o que poderia explicar sua menor
longevidade.

O sistema
imunológico
protege o corpo de infecções, mas também está associado
ao surgimento de doenças caso não esteja bem regulado. Katsuiku Hirokawa e seus
colegas analisaram amostras de sangue de 356 homens e mulheres
saudáveis com idades entre 20 e 90 anos. Eles mediram no
sangue a quantidade de leucócitos (glóbulos brancos, células do sistema
imunológico) e de moléculas chamadas citocinas, que permitem às células
imunológicas coordenarem a resposta do corpo a alguma doença.

Entre homens e
mulheres o número de leucócitos por pessoa caiu com a idade, como era esperado
e comprovado por estudos anteriores. No entanto, em um
exame mais detalhado foram reveladas diferenças entre
homens e mulheres em dois tipos de células que são componentes importantes do
sistema imunológico, os linfócitos T e os linfócitos B, dois tipos de
leucócitos.

Os cientistas
constaram que, com o avançar dos anos, a queda do número da maioria dos
linfócitos T e B mostrou ser mais rápida em homens. Os homens também mostraram
ter um declínio mais rápido em dois tipos de citocinas que naturalmente se
tornam menos comuns com o avançar da idade. Além disso, o número de dois tipos
específicos de linfócitos que costumam se tornar mais numerosos com a idade, T
CD4 e as chamadas células exterminadoras naturais, aumentou mais em mulheres do
que em homens ao envelhecerem.

Feministas criticam ‘bolsa estupro’


Feministas classificaram de retrocesso a aprovação, numa comissão da Câmara, ao projeto que prevê ajuda financeira à vítima de estupro que optar por não abortar, mesmo sendo permitido por lei nesse caso. A proposta é defendida por grupos religiosos. Em nota, o Conselho Nacional de Direitos da Mulher diz que o texto viola direitos femininos.

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Povo sem ônibus....Maggi indeciso...Gente conhecida formando quadrilha.....Nada de CPI contra a Cab.....


Não havendo acordo, a greve prossegue e a Justiça do Trabalho inicia a instrução do processo. Após, é marcado o julgamento do dissídio coletivo pelo Pleno do Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (TRT/MT).
     Ontem, a exemplo do primeiro dia de greve, os trabalhadores foram para as garagens. A diferença desta vez é que desde as primeiras horas (5h), os coletivos começaram a circular, conforme determinação judicial. Em caso de descumprimento, o sindicato pode ser multado em R$ 10 mil ao dia. “(Ante)Ontem houve alguns transtornos por falta de comunicação.

Maggi

     A decisão sobre a não candidatura de Maggi, defini o norte das eleições, sendo que após o não de sua candidatura, o governador deve decidir se será candidato ao Senado. As articulações políticas para 2014 passam diretamente pela decisão do senador, mas, a oposição já trabalha pela candidatura do senador Pedro Taques (PDT) ao governo do Estado.

CPI Cab

     Mesmo com a coleta de 13 assinaturas por parte dos vereadores para instaurar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os serviços fornecidos pela CAB Cuiabá, o presidente da Câmara de Cuiabá, João Emanuel (PSD), optou por reativar a Comissão Permanente de Acompanhamento, criada na legislação anterior para fiscalizar a empresa que possui a outorga dos serviços de água e esgoto da Capital.

     Segundo o presidente, a Comissão Permanente poderá fiscalizar ativamente os serviços da CAB, podendo inclusive, convocar os diretores para esclarecimentos. Os vereadores alegaram que não foi encontrado qualquer indício de irregularidade contratual que justifique a instauração da CPI.

Quadrilha

     Dois policiais militares e um suplente de vereador estão entre os 16 presos numa operação conjunta entre o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), coordenado pelo Ministério Público do Estado (MPE), e a Polícia Militar. Eles são suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em assalto a estabelecimentos comerciais na Grande Cuiabá. As investigações apontam que o grupo também tinha envolvimento com o tráfico de drogas.
     Os militares presos são os soldados Augusto Carlos de Campos e Edmar Lima Barreto, ambos lotados em batalhões da Capital. Já o suplente de vereador é Antônio Marcos do Nascimento Lemos, conhecido como Marcos Baiano.

Amado Batista diz que tortura que sofreu na ditadura militar foi merecida


SÃO PAULO - Entrevistado pela apresentadora Marília Gabriela, no SBT, na madrugada desta segunda-feira, 27, o cantor Amado Batista comparou a tortura que sofreu durante a ditadura militar a um "castigo de criança" e disse ainda que não achou errada a decisão dos repressores de tê-lo torturado.

     "Eu acho que quando uma criança cospe na sua cara, chuta sua canela, o que o pai deve fazer? Não deve corrigir? Então, eu estava fazendo a mesma coisa, que não era uma coisa correta", afirmou. Em seguida, o cantor disse que considerou a tortura
um bom corretivo.

      Amado Batista afirmou ter sido torturado porque, na época, trabalhava em uma livraria e permitia que professores procurados pelos militares lessem livros proibidos naquele período. Além disso, disse que um deles teria lhe dado uma procuração para receber um salário enquanto estivesse foragido no Maranhão. O cantor contou na entrevista que tomou choque e foi ameaçado de morte.

     "Eu acho que eu não tinha de estar contra, brigando contra o governo. O governo estava nos defendendo de pessoas que estavam querendo tomar o País à força, com armas nas mãos."

     A resposta do cantor causou espanto à entrevistadora. "Você está louco, Amado?", disse Marília Gabriela. "Você está louco. Você saiu perdido, sofreu tortura física..."

"Mas eu estava errado", respondeu o cantor. "Eu acho que estava errado. Eu estava acobertando talvez pessoas que estavam querendo tomar esse País à força", reforçou o cantor.

      Amado declarou que não vai acionar a Comissão da Verdade, instaurada desde abril do ano passado para investigar os casos de repressão na ditadura militar, para tentar encontrar quem o torturou. O cantor foi procurado pelo Estado, mas não se pronunciou sobre suas declarações até o fechamento desta edição.

sábado, 18 de maio de 2013

Apenas 16 estados têm comitês de combate e prevenção à tortura. Mato Grosso está fora


Alex Rodrigues
Repórter da Agência Brasil

 

Brasília – Mais de seis anos após a entrada em vigor no Brasil do protocolo facultativo à Convenção de Combate à Tortura da Organização das Nações Unidas (ONU), apenas 16 estados criaram, formalmente, seus próprios comitês de prevenção a esse tipo de crime.

São eles: Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Pará, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Os governos desse estados já instituíram os comitês locais, empossando os representantes governamentais e da sociedade civil. As demais 11 unidades da Federação ainda não contam com esse tipo de mecanismo de prevenção e combate à tortura. Em algumas destas localidades, a discussão está em curso, como em Minas Gerais, onde a Assembleia Legislativa tem feito audiências públicas para discutir o tema.  

     “Nosso objetivo é chegarmos a todo o país, visando a construção do sistema nacional para a erradicação da tortura. Temos pressa porque, infelizmente, a tortura ainda está presente no país inteiro. Inclusive em instituições públicas. E os comitês estaduais são importantes para criarmos uma grande rede de enfrentamento a essa situação”, disse à Agência Brasil o secretário nacional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, Gabriel dos Santos Rocha, explicando que os comitês, quando legalmente instituídos, têm acesso livre a unidades prisionais ou estabelecimentos onde a fiscalização seja necessária, como asilos, orfanatos e locais com pessoas em privação de liberdade.

“Os comitês recebem as denúncias e dão uma resposta imediata, apurando e monitorando [as denúncias] e buscando a responsabilização por esse tipo de situação”, acrescentou o secretário, para quem a criação dos comitês depende de vontade política e envolvimento da sociedade civil .

      Os comitês e outros mecanismos estaduais atendem às disposições do Protocolo Facultativo à Convenção de Combate à Tortura da ONU, aprovado pelo Congresso Nacional, em 2006, e promulgado na forma de decreto-lei em 2007. A ratificação do protocolo representa o compromisso brasileiro com a construção de uma política nacional para a erradicação da tortura. Para isso, a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República apresentou, em 2006, o Plano de Ações Integradas para a Prevenção e Combate à Tortura, ao qual, segundo Rocha, aderiram 18 estados.

No Rio Grande do Norte, o comitê foi criado em maio de 2010, mas, segundo o advogado Marcos Dionísio, os membros oficiais ainda não foram empossados, o que deve ocorrer nas próximas semanas. “Estamos trabalhando dentro do Conselho Estadual de Direitos Humanos, em parceria com a Pastoral Carcerária e com o Centro de Referência em Direitos Humanos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, coletando informações técnicas sobre a estrutura das unidades prisionais [potiguares], que, efetivamente, são uma tragédia, já que estão todas em processo de superlotação”, disse Dionísio a Agência Brasil, que participa da implantação do comitê.

     “Notícias de maus-tratos e tortura nos chegam de quase todas as unidades prisionais. Por isso é preciso que os comitês tenham um funcionamento cotidiano dentro das unidades para, com sua presença, prevenir e dissuadir o mau profissional do sistema penitenciário de querer aplicar algo absurdo como a tortura”, acrescentou o advogado.

O ouvidor-geral da Secretaria de Segurança Pública e Justiça de Goiás, Italuzy Toledo Nascimento, concorda que os comitês são uma resposta a um problema nacional. “Com a formação de uma rede, os comitês podem forçar o Poder Público a traçar medidas e ações para que a apuração das denúncias sejam feitas mais rapidamente e com maior lisura”.  

     O ouvidor reconheceu que, em Goiás, há graves denúncias envolvendo a atuação de policiais no desaparecimento de pessoas abordadas durante o patrulhamento e também em mortes de moradores de rua registradas desde agosto de 2012. “É óbvio que, se confirmado esse tipo de violação aos direitos humanos, não pode ocorrer. É algo que tem que ser apurado e o governo de Goiás já vem fazendo isso. Se for necessário, é preciso ser firme e expurgar o mau policial”.

 

sexta-feira, 3 de maio de 2013

MATO GROSSO E A COPA


MATO GROSSO E A COPA -   Não há dúvida que há dúvida quanto a conclusão da maioria das obras para a Copa de 2014, em Mato Grosso (Cuiabá e Várzea Grande). Mas, deixa isso pra lá, não há mais tempo de  a Fifa reverter a escolha.  Seja como for, dizem que vai ser um legado deixado, concluído ou não. Eu sou daquele que só acredito vendo e, torço para que tudo dê certo, embora as últimas notícias não são alvissareira:  A obra de construção do Veículo Leve sobre Trilho (VLT) está com pouco mais de 30% pronta. Mas o secretário da Secopa, Maurício Guimarães, garante que o VLT será entregue até junho de 2014.

 

PREÇO DA PASSAGEM DO VLT -  Embora a notícia dada por Silval diz que  ele está correndo para que o preço da passagem do VLT chegue com menos peso no bolso do passageiro, muita gente duvida disso, principalmente, gente como eu que jáandou pelas “europas”’sei não, mas o povão só vai andar de VLT  nos finais de semana, para dar um passeio: “ O governo Silval cuida de correr agora com uma questão importante do VLT: o preço da tarifa. E está fazendo o necessário estudo técnico sobre o preço da tarifa.O governo estadual estuda implantar uma tarifa integrada, o mesmo valor para ônibus e VLT.O bolso do cidadão agradece. Só assim, este novo modal de transporte poderá servir à população.

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Nova edição do Jornal do Ônibus

Edição desta quinta....

Presidência da República gastará R$ 208 mil em flores este ano


     Deu no Contas Abertas “A Presidência da República adiantou a primavera e garantiu que a estação das flores perpetue para o ano inteiro. A Pasta firmou na última semana um contrato de fornecimento de flores nobres, tropicais e de campo com a empresa Cadmo Costa Oliveira. Do total de R$ 208 mil previstos no contrato, já foram empenhados R$ 206 mil para a compra de diversos tipos de flores, inclusive de coroas fúnebres.
     As aquisições florais serão utilizadas, segundo assessoria da Presidência em datas natalícias, falecimentos de autoridades, arranjos para eventos com a presença da Presidenta da República, de Ministros de Estado e de autoridades estrangeiras, na decoração do Gabinete Pessoal, da Residência Oficial e dos Gabinetes Regionais da Presidência da República.

     Mais da metade da verba será empregada na compra de flores ornamentais. Segundo a nota de empenho, bromélias, antúrios, crisântemos, azaleias, orquídeas com floração nova e botões abrindo e plantadas de forma artística compõem os pedidos da Pasta. As plantas devem estar em caxepôs (vasos com rodinhas) de vidro, cerâmica, em alguns casos, chinesas, vime ou madeira. As plantas podem ter ainda acabamentos artísticos.

Serão 992 plantas ornamentais, ao custo de R$ 105,5 mil. O ornamento mais barato, que consiste em crisântemos e azaléias, sairá por R$ 55. Já a orquídea do tipo Denfales, com cascas de madeira e musgo para acabamento custará R$ 122.

sábado, 20 de abril de 2013

Vereadores querem Secretário de Saúde mais “flexivel”....... e pedem a "cabeça" de Kamil Fares


Os vereadores: Júlio Pinheiro, Maurélio Ribeiro e Ricardo Saad iniciaram uma campanha para que o prefeito demita-o

 

Kamil Fares, secretário de Saúde de Cuiabá,não deverá ter vida longa na pasta. É que vereadores como Júlio Pinheiro (PTB), Maurélio Ribeiro (PSDB) e Ricardo Saad (PMDB) já iniciaram uma campanha para que o prefeito Mauro Mendes demita-o, colocando no cargo um profissional mais flexível, que atenda a classe política e os médicos.

A campanha contra a permanência de Kamil na Secretaria de Saúde de Cuiabá promete ser intensifica nas próximas semanas junto ao prefeito. Vereadores alegam que o secretário é inflexível em suas atitudes, que não atende a classe política e que não procura a classe médica para a tomada de posições.

“Ele é autoritário, arrogante”, justificou um vereador que esclareceu ao portal de notícias 24 Horas News que Kamil está com os dias contatos e só não foi demitido ainda porque o prefeito ainda não encontrou um outro nome para o posto.

Mas se vereadores, alguns médicos, reclamam do tratamento dispensado por Kamil, o secretário de Governo da Prefeitura, Fábio Garcia, assegura que o prefeito Mauro Mendes não tem intenção de mudar seu secretário e enfatiza estar satisfeito com o trabalho de Kamil Fares.

“Mauro Mendes está satisfeito com o trabalho do secretário. Não existe, neste momento, nenhuma intenção de mudanças nem na Saúde e muito menos em outra pasta”, disse Fábio Garcia, lembrando que Kamil Fares vem realizando um trabalho sério e que é normal estar incomodando setores da classe política e principalmente de médicos que pouco tem feito em seus setores.

Apesar da defesa feita pelo secretário de Governo, os vereadores garantem que não passa de junho a queda de Kamil Fares. Alegam que Mauro Mendes já está se articulando para encontrar outro nome e que só não fez isso agora porque não quer enfrentar problemas com a demissão de um segundo secretário em apenas 100 dias de administração pública.

fonte:24horasnews

 

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Bomba! Bomba! Abandonada por Lula e pelo PT, Rosemary Noronha se transformou numa bomba-relógio e vai explodir


Carlos Newton

 

Como dizia meu amigo Maneco Muller (Jacinto de Thormes), o criador da coluna social no Brasil, “em sociedade tudo se sabe”. E como dizia o sucessor Ibrahim Sued, “bomba, bomba!”: Rosemary Nóvoa Noronha, a ex-chefe do gabinete da Presidência da República em São Paulo, está perto de explodir.

Abandonada pelo ex-presidente Lula, com quem manteve um romance proibido que durou cerca de 20 anos, e abandonada também pelo PT, Rosemary viu sua vida de repente desabar, quando a Polícia Federal desfechou a Operação Porto Seguro, trazendo a público as investigações de uma rede de corrupção em que a companheira de Lula era uma das figuras principais.

Agora, ela resolveu colocar as coisas em seus devidos lugares, e o PT e o Instituto Lula estão em pânico, enquanto o Palácio do Planalto solta foguetes e abre champagne para comemorar, porque a presidente Dilma Rousseff quer ser reeleger e não confia em Lula – acha que a qualquer momento ele pode mudar de idéia e sair candidato.

Se você não acredita, aguarde que a Veja deste sábado vai confirmar o que digo aqui. A Veja tem exclusividade no assunto, mas até as paredes da Editora Abril sabem que nenhum órgão de imprensa cobre o caso Rosemary melhor do que a Tribuna da Imprensa.

Depois a gente volta ao tema, que é apaixonante (em todos os sentidos).

 

domingo, 17 de março de 2013

A dor de todos nós


Pagar plano de saúde não é garantia de bom atendimento e expõe pacientes ao mesmo drama do SUS

Pronto-socorros superlotados e espera por atendimento que pode chegar a cinco horas. Durante cinco dias, o Estado de Minas percorreu 12 hospitais de BH que atendem clientes de convênios particulares e pelo Sistema Único de Saúde e constatou um drama em comum. A rede de prestadores de serviços não acompanha o crescimento dos planos. Os convênios particularesforam reajustados em31% acimadainflação nos últimos 10 anos. Em BH, no mesmo período, foram incluídos 340 mil usuários.

Os hospitais alegam que a remuneração dos convênios para urgências não sustenta investimentos e deixa o sistema inflado. Além disso, grande parte dos pacientes vai ao pronto atendimento, e não ao consultório médico. Um exemplo da distorção é o caso da operadora de telemarketing CecíliaLoureiro. Ela tem de levar o filho, Victor Hugo, de 11 anos, que sofre de enfermidade renal, ao SUS, mesmo pagando plano de saúde, porque não consegue agendar um nefrologista.

sábado, 16 de março de 2013

Suco de maçã era pura soda cáustica

A fabricante Unilever confirmou que foi detectada soda cáustica nas caixas de suco AdeS sabor maçã que foram alvo de recall. De acordo com a Anvisa, as caixas continham apenas o produto químico.

VLT – Veículo dos sonhos vira um pesadelo


     O ditado popular que diz que “tempo é dinheiro” também pode ser usado para explicar o caso do Veículo Leve sob Trilhos (VLT). As obras, ainda em sua primeira etapa, localizadas no final na 516 Sul, estão paradas desde setembro do ano passado e, até o momento, não há nenhuma estimativa de quando elas possam recomeçar. De acordo com o engenheiro civil, Ronald Jefferson, estima-se que, a cada mês, a obra encareça em torno de R$ 27 milhões a R$ 35 milhões, ou seja, o prejuízo hoje chega a R$ 162 milhões, já que ela está seis meses parada.

      Segundo o engenheiro civil, cada obra tem diferentes tipos de cálculos, mas existe uma média de o quanto uma reforma parada pode causar de prejuízo. “Para saber um valor exato é preciso avaliar o tipo de serviço prestado e a quantidade de meses em que a obra vai ocorrer, mas ainda assim, podemos dizer que se ela ficar parada por muito tempo pode ter um prejuízo até 35% no valor total”, afirma.

     Geralmente, o valor mais alto que se tem em uma obra é o acabamento. Já no VLT, a reforma ainda está em fase inicial. Mesmo assim, não é descartada a possibilidade de haver um novo cálculo do no custo total do projeto. “Para fazer uma estimativa bruta de quanto uma obra pode encarecer é preciso levar em consideração o prazo estipulado para sua entrega, além do valor que foi orçado”, explica o especialista.

     O engenheiro disse ainda que o valor pode sofrer um acréscimo para recuperar o atraso. Ele disse que às vezes é preciso dobrar o número de trabalhadores e bancar outros profissionais enquanto a obra não tem continuidade, contratar outras empresas para adiantar o serviço, sem contar nos materiais e equipamentos, que devem ser pagos mesmo se não foram utilizados. “Nada é barato. O aluguel de um simples guindaste, por exemplo, pode custar até R$ 13 mil a hora. O dono do guindaste não vai se importar se a construção parou ou não, ele vai querer receber o que foi combinado”, afirmou.

quarta-feira, 13 de março de 2013

Ambientalista cobra projeto para o Complexo da Salgadeira

Usando a Tribuna Livre da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Cuiabá, o ambientalista e empresário Jurandir Spinelli posicionou-se para cobrar providências das autoridades municipais e estaduais em relação à situação do projeto do Terminal Turístico da Salgadeira. Também pediu que o governo estadual se posicione sobre a duplicação da rodovia Emanuel Pinheiro, outro projeto que se encontra igualmente paralisado e sem informações à sociedade, após ser lançado em 2006.
     "Essa rodovia era para ser duplicada bem no início, a partir do trevo de acesso a Chapada dos Guimarães e Distrito da Guia. Mas a coisa não andou assim, está estagnada. Enquanto isso, estudantes da Fundação Bradesco, que residem nas imediações, no Residencial Milton Figueiredo e comunidades próximas, têm sido atropelados. Mais de 30 crianças já perderam a vida naquelé trecho. Quer dizer: autorizaram a instalação de um mercado atacadista e de uma torre, mas o projeto de duplicação, o mais importante, pois preserva a vida humana, este parou no tempo".
     O Complexo Salgadeira é outra obra rascunhada em projeto e engavetada sem maiores explicações, afirmou Jurandir. "Já se arrasta há mais de três anos, contabilizados os dois do fechamento da Salgadeira. Uma lástima que um balneário tão bonito esteja inoperante, e o que é pior: sem perspectivas aparentes de solução para o caso. Ninguém consegue explicar nada sobre esse projeto na Secretaria de Turismo do Estado. Dizem apenas que será lançada a concessão para o Complexo da Salgadeira, porém nada acontece. Se isto sair efetivamente, após análise das comissões técnicas e consequente licenciamento ambiental, vai levar pelo menos uns 18 meses. Por essa análise, a Salgadeira não ficará pronta até à Copa 2014".
     Jurandir cobrou um posicionamento enérgico dos parlamentares, em nível municipal, estadual e federal, para uma solução desse impasse. Citou que a população cuiabana e adjacente, "pelo que tudo indica", terá somente o Complexo do Coxipó do Ouro como opção turística. "Ainda assim, sem qualquer estrutura, conforme pode ser visto por lá, inclusive no trecho de acesso via Ponte de Ferro, local de obras inacabadas e abandonadas".


Sindicalista diz que Secopa está deixando a desejar


O presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção Civil, Joaquim Dias Santana, usou da Tribuna Livre da Câmara de Cuiabá para discorrer sobre o trabalho realizado pela entidade sobre as obras da Copa 2014, lançado em 2011 no Plenário do Legislativo Municipal.
     "Realizamos um trabalho junto à Secopa para buscar a representatividade de 30 mil trabalhadores. O desejo do sindicato é criar uma pauta unificada, que compreende benefícios atrelados ao salário/mês, cesta básica, horas extras, assistência na área de saúde, entre outros direitos e conquistas. Desejamos deixar esse legado".
     No próximo dia 26, anunciou Joaquim Santana, o sindicato se reunirá com governo e empresários para concluir as negociações em torno dessa pauta. "Pedimos total apoio desta Casa de Leis neste sentido. O piso nacional unificado da classe significa um avanço importantíssimo. Contamos assim com todos os segmentos partidários para que reforcem essa tese de igualdade dos direitos dos trabalhadores do País”.
     Ele disse que os trabalhadores da Agecopa carecem de condições dignas. “Ela (Agecopa) está deixando a desejar. Temos depoimentos de trabalhadores de lugares distantes que dizem que só não foram embora porque não têm condições. Sugiro convidarmos o secretário Maurício Magalhães para fazer uma avaliação disso”.

segunda-feira, 11 de março de 2013

A criminalidade vai aumentar


Carlos Chagas

Do jeito que as coisas vão, e apesar da propaganda, chegaremos ao segundo semestre com um milhão de novos desempregados, a contar de outubro do ano passado. Ou não foram 665 mil até fevereiro, mais pelo menos 100 mil previstos para este mês?

Não se dirá que os empresários dão de ombros para o drama de seus ex-empregados. Devem estar sentidos, mas, para eles, tanto faz como tanto fez. Estarão garantidos pessoalmente.

Só que existe outro problema tão grande quanto o desespero dos que vão perdendo postos de trabalho, humilhados por precisarem recorrer ao pálido seguro-desemprego ou ao bolsa-família. Do milhão acima referido, quantos não resistirão à tentação ou à compulsão de buscar a marginalidade? Se for 1%, serão dez mil, mas poderão ser bem mais optando pelo crime, em especial em grandes centros como São Paulo, Rio, Belo Horizonte e outros.

A falta de previsão tem sido característica centenária dos governos nacionais e estaduais. Preferem o imediatismo. Seria bom parar para pensar, especialmente numa hora em que o palácio do Planalto puxa a fila dos cortes orçamentários para enfrentar a crise. Gastos com esporte, turismo, meio ambiente e defesa foram reduzidos de forma drástica no plano federal. Dirão os tecnocratas de Brasília que segurança pública não é com eles. Trata-se de problema dos governadores, também empenhados em passar a tesoura nos respectivos orçamentos. Só que não é bem assim. Dotações do ministério da Justiça e das forças armadas relacionam-se com a proteção do cidadão, e sofrem cortes.

A conclusão surge amarga: para enfrentar o aumento da criminalidade seriam necessários investimentos imediatos no setor policial e sucedâneos. Só que está acontecendo o oposto. Além de não crescer, o arcabouço da segurança pública diminui. Como parece inócuo sugerir que cada cidadão passe a adquirir a sua arma, dentro da campanha ainda vigente pelo desarmamento, a solução seria, no mínimo, para a população comprar cadeados, aprisionando-se em sua própria casa…

domingo, 10 de março de 2013

Sem 14º e 15º, parlamentares querem é mais


Eles pretendem compensar fim dos salários extras equiparando o vencimento de deputados e senadores ao dos ministros do STF. Com isso, gastos do Congresso vão subir R$ 33,3 milhões até 2014

terça-feira, 5 de março de 2013

Brasil obriga aposentado a trabalhar mais 7 anos


Brasileiro continua no batente para complementar a baixa renda garantida pelo INSS

Estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que os homens brasileiros que se aposentam por tempo de contribuição continuam trabalhando, em média, durante mais 7,3 anos. Já as mulheres aposentadas na mesma circunstância permanecem na ativa por um prazo médio de 5,4 anos. A pesquisa constatou ainda, com base em dados de 2010, que os homens passaram a receber o benefício por tempo de contribuição aos 55,1 anos, em média, usufruindo dele por 24,6 anos. As mulheres, por sua vez, se aposentaram aos 52,7 anos, recebendo da Previdência por um período médio de 31,3 anos.

segunda-feira, 4 de março de 2013

Bebê é curado de Aids nos Estados Unidos


O anúncio surpreendente da cura de um bebê infectado com HIV pode mudar a trajetória da doença e reduzir drasticamente o número de crianças vivendo com o vírus no mundo. A criança tem dois anos e meio e foi curada por médicos do Centro da Criança Johns Hopkins, de Baltimore, nos Estados Unidos. Se o relatório da doutora Deborah Persaud for confirmado, o bebê, que não teve nome nem sexo revelados, seria o segundo caso de cura no mundo. O primeiro foi Timothy Brown, homem de meia-idade, que ficou conhecido como "paciente de Berlim”. O anúncio foi feito ontem, mas a criança vive há um ano sem os remédios e sem sinal de vírus ativo. Nascido de uma mãe infectada, especialistas, que não estiverem envolvidos diretamente na pesquisa, questionam se a criança tinha realmente contraído a doença.

sexta-feira, 1 de março de 2013

Mensaleiros devem ser presos até julho, prevê Barbosa


Presidente do STF espera encerrar julgamento de todos os recursos contra a condenação antes das férias

O presidente do STF, Joaquim Barbosa, afirmou ontem que a prisão dos 25 condenados no processo do mensalão deve ocorrer até julho. “A minha expectativa é de que tudo se encerre antes das férias”, disse, em entrevista a jornalistas estrangeiros. “Os votos de alguns ministros ainda não foram liberados. Assim que todos apresentarem seus votos, vou determinar a publicação, e aí começa a correr o prazo de recursos dos réus”, afirmou. Barbosa criticou o que chamou de “problema sistêmico” na Justiça. “Nosso sistema penal é muito frouxo. É totalmente pró-réu, pró-criminalidade. Essas sentenças que o Supremo proferiu (no mensalão), de 10,12 anos, no final se converterão em 2 anos, porque há vários mecanismos para reduzir a pena.” Barbosa chamou ainda o sistema penal de “faz de conta”,

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Adeus


Cem mil cristãos estiveram na Praça de São Pedro, no Vaticano, para testemunhar a última bênção dominical do papa Bento XVI. O fim do pontificado perante os fiéis, na tradicional missa de Ângelus, teve choro, gritos e aplausos. Da sacada da Basílica, ele disse que não se afastará de tudo: “O Senhor me chama a subir ao monte, a dedicar-me ainda mais à oração e à meditação”.

Por que os arapongas do SNI gostavam tanto de Ratzinger.

Estados buscam solução própria para a dívida


Enquanto esperam a aprovação pelo Congresso do projeto que troca o indexador da dívida com a União, alguns Estados buscam solução própria para esses débitos. São os casos do Mato Grosso e Santa Catarina, que já tomaram empréstimo junto ao setor privado para abater parte da dívida. Rondônia deve fazer o mesmo. Além do dinheiro mais barato, a troca de credor garante um período de carência para amortização, uma vantagem adicional. Com dinheiro mais barato, uma parte menor da receita corrente líquida fica comprometida com o pagamento da dívida. Os Estados vão usar a folga para investimentos.

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Em MT quem serão os candidatos a governo?

São muitos os candidatos, mas será que eles enquadram nos principios basilares da democracia e honestidade? Vamos esperar para ver ou crer...

FHC entra na campanha de Aécio para neutralizar Lula

Tucano será apresentado como ‘pai’ da estabilidade econômica; petista atuará como facilitador de alianças.

Deixado de lado nas três últimas eleições, Fernando Henrique Cardoso foi escalado pelos tucanos para defender a campanha de Aécio Neves à Presidência. Do lado dos petistas, Lula, que nunca deixou o palanque, já saiu em defesa da reeleição de Dilma Rousseff. O embate entre os dois ex-presidentes, 20 anos depois da primeira disputa eleitoral, dará o tom da campanha de 2014, relatam Vera Rosa e Eugênia Lopes. FHC será apresentado como “pai do Plano Real” e da estabilidade econômica. Ele percorrerá o País, a partir de amanhã, para promover o nome do senador mineiro. Já Lula atuará como “facilitador” das alianças para o palanque da sucessora e porta-voz do PT no confronto com tucanos. Dilma ficará concentrada no crescimento econômico, principal preocupação do governo

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Mensaleiros são recebidos com festa no evento pelos dez anos do PT no Planalto


Cobrado a assumir comando da oposição para 2014, tucano atacou gestão de petistas e afirmou que Brasil parou; 'Podem juntar quem quiserem. Vamos dar como resposta a reeleição de Dilma,' rebateu ex-presidente

     Com mais de um ano de antecedência, petistas e tucanos deram a largada para a campanha de 2014. Em São Paulo, a comemoração pelos dez anos do PT no poder se transformou no pré-lançamento da candidatura da presidente Dilma Rousseff à reeleição. Em Brasília, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) atacou a gestão do PT:      

“Hoje quem governa o país é a lógica da reeleição." Na festa dos petistas, o ex-presidente Lula reagiu: "Vamos dar como resposta a reeleição de Dilma.” Mensaleiros como José Dirceu e José Genoino foram recebidos com entusiasmo.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Arcanjo participa de audiência nesta segunda em Cuiabá


Preso em Mato Grosso do Sul, João Arcanjo Ribeiro vem para Cuiabá na próxima segunda-feira (18), data marcada para retomada das audiências dos 15 processos por suposta improbidade administrativa em que ele é réu.

Arcanjo teria utilizado sua factoring para lavar dinheiro supostamente desviado da Assembleia Legislativa.

 

Em 26 de novembro do ano passado, o Comendador Arcanjo passou o dia na cidade acompanhando o depoimento de 6 testemunhas de acusação. Dessa vez serão ouvidas as testemunhas de defesa. As audiências ocorrem no Fórum da capital.

 

Entenda- Durante a Operação Arca de Noé, deflagrada em 2002 para combater o crime organizado no Estado, foi constatado que os documentos de identidade dos sócios de algumas empresas eram falsos. Além disso, as tais empresas não estavam legalizadas junto à Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) e outros órgãos públicos.

Conforme a denúncia do MP, 21 desses 43 cheques foram trocados na boca do caixa e alguns dos sacadores seriam assessores de parlamentares. Parte desses cheques também teria sido trocada nas factorings de João Arcanjo Ribeiro, como garantia de dívidas de campanha.

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Campos Neto - do TCMT - é absolvido de morte de motociclista


A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) absolveu, por falta de provas, o conselheiro do Tribunal de Contas do Mato Grosso (TCMT) Gonçalo Domingos de Campos Neto, ex-deputado estadual. Ele havia sido denunciado por homicídio no trânsito ocorrido em 2003, em razão da colisão do veículo que conduzia e de uma motocicleta, pilotada pela vítima. O próprio Ministério Público Federal pediu a absolvição do conselheiro.

A denúncia foi recebida pelo órgão especial do Tribunal de Justiça do Mato Grosso (TJMT), porque à época Domingos Neto atuava como parlamentar naquele estado. Com sua posse no TCMT em 2009, a competência para o processamento da ação passou a ser do STJ.

O acidente ocorreu em um cruzamento, onde a via preferencial era percorrida pela moto. Quando houve a colisão, a caminhonete conduzida pelo então deputado já havia ingressado na via, e foi colhida na porta pela motocicleta.

Sem capacete

Em alegações finais, o MPF disse que o conjunto das provas produzidas não era capaz de apontar, de forma clara e específica, a culpa do conselheiro na morte da vítima: o motociclista dirigia sem capacete e estava em alta velocidade. Além disso, os peritos concordaram que a velocidade da caminhonete conduzida por Domingos Neto poderia ser menor do que 35 km/h.

Ao analisar o caso, o relator, ministro Humberto Martins, ressaltou que a condenação por homicídio culposo na direção de veículo requer a demonstração, acima de dúvida, de que o acusado violou o dever de cuidado objetivo. “Esta é a norma geral que fundamenta a proibição de resultados lesivos decorrentes da execução inadequada de ações socialmente perigosas, como é o trânsito de automóveis”, explicou.

“Não fornecendo a prova produzida elementos suficientes para efetivamente demonstrar que uma conduta culposa do acusado tenha sido a causa da morte da vítima, a absolvição do acusado é medida que se impõe”, concluiu o ministro. A decisão da Corte Especial foi unânime.

 

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

À direita do poder


Carla Kreeff (O Tempo)

 

 

     Aquela história de o governo federal tentar substituir seu parceiro preferencial, dando uma afastada no PMDB e elevando o status do PSB na escala de poder, já começa a cheirar a naftalina.

 

     E os motivos do abandono da ideia da troca de aliado “número 1″ são vários. Tudo começou com o próprio desempenho do PSB nas eleições de 2012. Os socialistas conseguiram mais espaços do que o PT esperava, e o crescimento aconteceu exatamente em territórios petistas – onde o governo federal pretendia manter ou ampliar suas bases.

 

     Mas, para além dos resultados das urnas, outros fatores interferem diretamente na impossibilidade de colocar o PSB sentado à direita do todo-poderoso governo petista, lugar ocupado atualmente pelo PMDB. É que os peemedebistas estão dando um jeito de tornar sua cadeira cativa. E estão cumprindo a meta com competência. O partido ocupa agora as presidências das Câmara e do Senado. E, ainda, conseguiu bancar o nome de Renan Calheiros.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Principal papel dos deputados não é fiscalizar


Prestes a deixar a presidência da Assembleia Legislativa de São Paulo, Barros Munhoz (PSDB) afirmou em entrevista à Folha que o papel mais importante dos deputados estaduais não deve ser a fiscalização do Poder Executivo nem a proposição de novas leis.

    "O mais importante dos trabalhos do deputado é ignorado, a representação da comunidade. É ser o elo entre o prefeito e o governador", afirmou. "Todo mundo acha que o papel do deputado é fazer leis e fiscalizar."

     Na entrevista, Munhoz queixou-se do "brutal esvaziamento do Legislativo" e da cobertura da imprensa. "Querem que a gente faça o que é proibido e não querem que a gente faça o que é obrigado." A seguir, os principais trechos.

Atividade do deputado
     "É extremamente aflitivo ser legislador, porque quase ninguém conhece sua atribuição, principalmente a imprensa. Todo mundo acha que o papel é fazer leis e fiscalizar. A imprensa cobra como se a Assembleia fosse uma padaria: 'Quantas leis foram feitas?' Um dos grandes problemas do país é ter lei demais. Explode um negócio, aparecem dez leis, e já tem cem que não são cumpridas. O mais importante dos trabalhos do deputado é a representação da comunidade, ser o elo entre o prefeito da cidade onde ele é votado e o governador, mas ela é ignorada e tachada de politicagem. Vocês querem que a gente faça o que é proibido e não querem que faça o que é obrigado."

Executivo x Legislativo
     "O esvaziamento do Poder Legislativo no Brasil é brutal. Há um predomínio do Executivo. O deputado é proibido de propor leis sobre quase tudo o que é importante. Em 95% [dos casos] o projeto tem que ser do governador. Nós podemos votar 500 projetos de deputados, mas 490 vão ser vetados. O Estado legisla indiretamente, melhorando projetos do Executivo. Essa tem sido a grande performance da Assembleia."

Criação de CPIs
     "Não adianta nada [CPI sobre assuntos investigados pelo Ministério Público]. A CPI que mais adianta não é para apurar irregularidade, é para apurar causas, consequências. Agora, em todo país do mundo [barrar CPIs] faz parte do jogo político. Quem tem maioria segura. Por isso que aqui o PT quer CPI, e em Brasília não. É um instinto de preservação. Mas é só CPI que fiscaliza? Criamos uma coisa fantástica: todo secretário de Estado é sabatinado duas vezes por ano na comissão de sua área." (Paulo Gama/de São Paulo)

 

    

    
   

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Helô Pinheiro já foi uma garota




 










A eterna Garota de Ipanema, Helô Pinheiro, também foi pega numa pose bem incômoda. Empolgada com o desfile da Mocidade e homenageando Vinicius de Moraes, a loira, de 67 anos, dançou muito e arriscou até alguns passos mais ousados, levantando a perna até quase a cabeça. O momento foi registrado.(Foto Cesar Loureiro/Internet